Ngor, uma pequena ilha de tranquilidade

Em tom de brincadeira costumo dizer que o melhor de Dakar são as ilhas fora da Dakar. Parece brincadeira mas é verdade. Dakar é uma cidade caótica e os únicos locais onde se respira de forma mais tranquila e descontraída são as ilhas à volta da cidade. 




Depois de visitar a ilha Gorée, a "ilha dos escravos", resolvemos respirar de forma mais tranquila e visitar a ilha de Ngor. Era domingo e na cidade de Dakar estava tudo fechado, parecia uma cidade fantasma. Apanhamos um táxi para a costa de Dakar em frente à ilha. Aí apanhamos um barco colectivo e desembarcamos na ilha. 




Ngor é uma pequena ilha de pescadores ao largo de Dakar. Hoje, vive do turismo. A ilha tem uma escola de surf e um dos "spots" mais conceituados da África Ocidental. Com os surfistas chegaram os pequenos hotéis e residenciais, os restaurantes e os vendedores de artesanato. Os pescadores acabaram por desaparecer.




A ilha tem um ambiente bastante descontraído e os seus habitantes têm uma ar muito caribenho. Aproveitamos o domingo para dar um passeio a pé pela ilha, circulando-a, e conhecendo as suas praias. 




Almoçamos num pequeno restaurante local. Comemos peixe e gambas grelhadas em frente à praia, debaixo das palmeiras. Ngor é um pequeno paraíso às portas de Dakar. Mas, o dia estava a chegar ao fim e tínhamos que regressar a Dakar, a tal cidade caótica que nos recebeu no Senegal e da qual nos iríamos despedir antes de regressar a Portugal.
  

Etiquetas: