A agua e o sol de Isla Mujeres

Sentada no ferry que liga Puerto Juarez a Isla Mujeres penso no que me espera na ilha. Tenho grandes expectativas, quer pelo que sempre fui ouvindo dizer ao longo dos tempos pelos viajantes, quer por aquilo que vi em Holbox. A julgar pelas centenas de pessoas que vão no ferry, Isla Mujeres deve estar cheia de turistas e há muito tempo que terá perdido o carácter de porto pesqueiro que tinha Holbox.


Não seria justo dizer que Isla Mujeres não e belíssimo, mas também não seria justo dizer que o turismo massificado não destruiu o encanto deste local. Quando percorro a ilha sinto claramente uma divisão: a parte norte está ocupada por hotéis, resorts, restaurantes, tudo o que os turistas necessitam está à volta da Playa Norte, o maior areal da ilha. Da praça principal para sul, a ilha é propriedade dos ilhéus, mais genuína, com cabanas e casas em estacas, edifícios precários que o mar e a maresia cuidou de corroer as cores.


A Playa Norte é o local ideal para estender a toalha, aproveitando o sol e a água a uma temperatura certa. Ao lado há um pequeno recife de coral, onde é possível fazer snorkeling. Quando fecho os olhos e penso no por-do-sol no México recordo este local, onde se ouve a música vinda de um dos barcos ancorados e nós estamos na água a tomar banho e a assistir ao encanto do sol a esconder-se por trás do mar das caraíbas. Esta praia é o local ideal para terminar o dia na ilha.


A parte sul, onde existe um templo Maia dedicado a Ixchel, a deusa da fecundidade e da beleza, construído na arriba e debruçado sobre o mar, está longe das multidões de turistas. Aqui, bem perto, no El Garrafon, é possível aceder ao recife de coral e ver em snorkeling várias espécies de peixes, restos de ruínas e corais. Uma viagem ao mundo subaquático tendo por companhia apenas os peixes.

Apesar da beleza da ilha, das suas praias e das suas águas, a massificação do turismo destruiu o encanto de Isla Mujeres. Para quem vem de Cancun, onde certamente a massificação será maior, Isla Mujeres parecerá tranquilo, especialmente à noite. Para nós, que viemos de Holbox, Isla Mujeres soube a pouco. Faltou a tranquilidade e a magia de um lugar inóspito; faltou o ritmo de vida lento do Caribe; faltou o calor da população local. No entanto, a água e o sol estarão aqui sempre à temperatura certa.  



Etiquetas: