O grande Mar de Areia do Deserto Líbio

A povoação de Siwa serviu-nos de base para a exploração do grande Mar de Areia, no Deserto Líbio. Este mar de areia é uma das maiores (senão mesmo a maior) área de dunas do deserto do Sahara, ocupando uma extensão superior a 800 km desde a Líbia até ao Egipto. Com mais de 72 000 quilómetros quadrados, tem as maiores dunas e Ergs do mundo.


A beleza de um deserto resume-se, essencialmente, a sua inospitabilidade. Ou seja, aquilo que tornou o deserto um local letal para os persas ou para os exércitos ingleses e alemães durante a Segunda Guerra Mundial é hoje um atractivo.


Percorremos o deserto de jeep e durante mais de 6 horas não vimos nada nem ninguém. Não há viva alma por aqui. Não há nada. No entanto, a vida já foi abundante. São vários os locais onde podemos testemunhar a existência de fosseis marinhos, desde algas a bivalves e conchas. A areia, essa sim, domina claramente a área.


No interior do deserto surgem depressões onde a água aflora à superfície. A maioria das vezes é água salgada mas, em situações mais particulares, também existe água doce. Ai sim, vemos turistas. Poucos, porque as temperaturas elevadíssimas que se registam aqui não convidam ao turismo nos meses de verão. No entanto, é nestes pequenos oásis que encontramos os poucos estrangeiros que se vêem por aqui.


Enquanto percorro a vastidão do deserto e penso que atravesso uma das áreas mais inexploradas do planeta questiono-me sobre a nossa viagem. Efectivamente, esta altura do ano não foi a melhor para visitar estes lugares. No entanto, fazê-lo durante o inverno seria também contactar com um deserto "cheio de turistas" (sendo que cheio não ultrapassaria as dezenas).


É penosa a travessia no deserto mas ao mesmo tempo recomfortante. O conforto, a plenitude da paisagem e a magnificência dos locais só consigo assimilar ao final do dia, quando as temperaturas começam a baixar ligeiramente e vemos o por-do sol nas dunas.


Para terminar o dia passamos a noite a dormir na orla do deserto com o oásis. Descobri que as moscas podem aterrorizar uma noite que tinha tudo para ser perfeita. De manhã, um novo amanhecer, desta vez com Deserto Líbio como pano de fundo.


Etiquetas: