Shopholics em Marrocos


Marrocos pode ser um paraíso para todos aqueles (que como eu) são viciados em compras. Apesar deste meu vício, que se restringe a artigos étnicos, consegui controlar-me já que Marrocos, em termos de preços, já não é o paraíso que foi em tempos.
Há muito por onde "perder a cabeça" e alguns preços podem ser tentadores, no entanto, também há muitas coisas que é impossível um mochileiro trazer, pelo que metade do problema está resolvido.
Para quem gosta de "bujigangas", Marrocos tem para todos os gostos, embora regatear seja SEMPRE palavra de ordem. As peles, nomeadamente nas carteiras ou nas belíssimas sandálias, são um dos ex-líbris deste país e Fez tem uma oferta fantástica de lojas e artigos. Nesta cidade, os artífices de rua lembram que também os artigos em metal são típicos desta área. Claro que não resisti e tive que trazer sandálias e até um bule (lindo) com tabuleiro para fazer chá marroquino! O kit não ficaria completo sem os copos do chá, gorgeous, que trouxe de Marrakech!
Um pouco por todo o país somos "assaltados" por vendedores que nos tentar convencer das vantagens e importância da posse de algum dos seus produtos. É stressante, mas ao mesmo tempo, culturalmente desafiador.
Apesar dos famosos vendedores de tapetes, não tivemos nenhuma experiência com algum ou sequer fomos por eles interpelados. Devem ter olhado para nós e pensado... "não, estes não têm cara de quem vão levar tapetes nas mochilas"! Fomos sim, bombardeados por vendedores de fosséis e minerais (também decorrente das áreas que percorremos). Caímos nalgumas tentações, embora sempre controladas, já que convém estar bem atento. Grande parte dos fósseis que se vendem por estas bandas são falsos e são feitos de forma industrial.
Por terras marroquinas as compras são inevitáveis, até porque continuam a haver bons artigos e bons preços, no entanto, é necessário estar bem atento, regatear e acima de tudo DIVERTIR-SE!

Etiquetas: ,