Feliz 2010 em Atenas

Grecia... esse pais mediterranico, voltado para o mar, com um legado cultural e historico praticamente incomparavel no mundo. Foi este o local que escolhemos para abracar o ano de 2010 que ai se adivinha! Estavamos era longe de imaginar que os precos aqui estavam MUUUUITO longe do nosso Budget! Quatro mil anos de civilizacao e inumeras invasoes fizeram da Grecia um dos principais destinos turisticos mundiais. Isto resulta (obviamente) em precos exarcerbados, nao... exagerados, nao... uma verdadeira roubalheira! Deve ser a isto que chamam a Crise Grega!!!
Com uma populacao de 11 milhoes de habitantes (muito semelhante a Portugal), a Grecia reparte mais de metade da sua populacao pelas tres maiores cidades. Atenas, no entanto, concentra a maior parte.
A Grecia viveu (e vive ainda) na cauda da Europa com uma populacao predominantemente rural (facto que tem vindo a mudar). Com uma cultura rural enraizada na sociedade, ligada a religiao ortodoxa, ser grego e quase sinonimo de ser ortodoxo e o casamento religioso (obrigatorio para um casal que se preze), a missa dominical, o jogo de cartas no cafe (so para homens) e a sesta (que o governo tentou banir de forma ingloria) fazem parte da vida diaria dos gregos. Para nos embuirmos deste espirito "grego", nao nos tornamos ortodoxos nem casamos (isso seria demais!) mas decidimos investir na gastronomia local. Provamos queijo feta (uma delicia), saladas gregas, Souvlaki, Tzatziki, etc... Isto trouxe dois problemas... engordamos e empobrecemos! Sendo assim, na noite da passagem de ano tivemos que fazer o mesmo que os comuns dos mortais na Grecia (que nao sao os gregos mas os inumeros emigrantes africanos, do Medio Oriente e sul-asiaticos)... ir para as ruas. Escolhemos o topo da colina Aeropago para marcar este momento. De frente para a Agora, com a Acropole ao lado e rodeados pelas colinas onde os principais filosofos e pensadores gregos discursaram, entramos num novo ano acompanhados por inumeros emigrantes (cada um com a sua garrafinha de champanhe, embora a nossa fosse a mais pequena, e bolinhos tipicos da Grecia). O fogo de artificio nao foi nada de especial (dizem que e a crise - que eu ainda nao vi a nao ser a minha!) mas, quem e que veio aqui para ver foguetes? Entramos assim num novo ano que esperamos seja recheado de coisa boas e, no minimo, tao interessante e aventureiro como este que agora termina.

Etiquetas: ,