Sucre

Era suposto termos apanhado o bus hoje de Sucre para La Paz, mas... quando chegamos ao terminal já não havia lugares para hoje. Só era possível para amanha à noite. Foi o nosso primeiro contratempo. Vamos perder um dia em La Paz. Sendo assim, teremos que ficar mais um dia em Sucre e menos um em La Paz.


Hoje é domingo e está tudo fechado. Limitamo-nos a dar uma volta pela cidade onde foi assinada a declaração da independência da Bolívia. Sucre é uma cidade acolhedora. Muito calma, pelo menos ao domingo. Lanchamos no Joycafe, um café tipicamente ocidental e cheio de estrangeiros. Para quem viaja, por vezes é necessário ver pessoas com rosto familiar (pelo menos em termos de cor, de aspecto, de vestuário, etc). A forma como nos sentimos desraizar do nosso país e do nosso continente é incrível.


Etiquetas: